Art Fértil | WhatsApp
Art Fértil
Idade e fertilidade feminina: saiba mais sobre a relação

Idade e fertilidade feminina: saiba mais sobre a relação

// Por Dra. Altina Castelo Branco

É de conhecimento geral o fato de que quanto maior a idade da mulher mais dificuldade ela poderá ter para engravidar, principalmente quando passa dos 37. A fertilidade feminina, de fato, diminui com o passar da idade e existem diversas nuances que devem ser consideradas sobre esse assunto.

Além da idade, doenças que atingem o sistema reprodutor também podem afetar a fertilidade a qualquer momento da vida reprodutiva da mulher. A infertilidade secundária, condição conhecida como a dificuldade para engravidar após ter o primeiro filho, é um exemplo disso.

Ao longo da leitura, vamos mostrar a relação entre a idade e a fertilidade feminina. Vamos lá?

Por que a fertilidade feminina diminui com a idade?

blank

Engravidar, mesmo para casais que não possuem nenhum problema reprodutivo, não é fácil. A cada ciclo menstrual, apenas um óvulo é liberado para ser fecundado. Ele fica durante um curto espaço de tempo aguardando os espermatozoides para a fecundação e, caso ela não aconteça, a mulher menstrua e um novo ciclo recomeça.

Mulheres com até 30 anos possuem, em média, 20% de chance de engravidar naturalmente e essa porcentagem vai caindo com o avanço da idade. O motivo: a diminuição da reserva ovariana.

Os homens produzem espermatozoides ao longo da vida, mas com as mulheres o processo é diferente. Elas nascem com uma quantidade fixa de óvulos que são utilizados ao longo da vida reprodutiva. Esse processo é natural e, com o passar dos anos, os óvulos de maior qualidade são utilizados. A partir dos 35 anos a fertilidade feminina começa a entrar em declínio. Com isso, a reserva ovariana (o “estoque” de óvulos) diminui.

Além da quantidade, a qualidade dos gametas femininos também é afetada. Uma das consequências do envelhecimento da mulher é que seus óvulos envelhecem também. Com isso, aumenta também o risco de alteração cromossômica, logo também chance de abortamento.

O que é infertilidade primária e secundária?

A fertilidade feminina é um tema complexo. O conceito de infertilidade primária e secundária é um bom exemplo disso. Ele mostra que o fato de a mulher ter tido um filho, não significa que ela vai ter um segundo. O desejo de aumentar a família e ter mais um filho pode não ser possível devido a um problema de infertilidade que pode atingir a mulher após a primeira gestação.

A infertilidade primária ocorre com casais que não tiveram filhos. Caso a mulher engravide, mas tenha um abortamento durante a gestação, ela também é classificada como primária. A infertilidade secundária, portanto, é resultado da dificuldade para engravidar após a chegada do primeiro filho.

Os mesmos fatores que provocam a infertilidade primária, também podem causar a infertilidade secundária. Além disso, procedimentos cirúrgicos podem causar problemas que levam à infertilidade. A cesariana, por exemplo, aumenta o risco de aderências pélvicas. Se elas ocorrerem nas tubas uterinas, a fecundação será mais difícil devido à obstrução tubária.

Como a reprodução assistida pode ajudar em caso de infertilidade?

Entre as técnicas de reprodução assistida, a mais recomendada para mulheres acima dos 37 anos é a fertilização in vitro (FIV). Ela é a mais moderna, sendo indicada para a maioria dos casos de infertilidade. Durante o seu processo, a fecundação ocorre em um laboratório, após a coleta dos gametas femininos e masculinos. Após alguns dias de desenvolvimento, os embriões são transferidos para o útero da paciente.

O seu principal diferencial é a possibilidade de usar técnicas complementares para aumentar a sua taxa de sucesso. Dessa forma, a fim de driblar a questão da idade, as mulheres podem congelar os seus óvulos para serem utilizados no futuro ou optar por uma doação de óvulos, por exemplo.

A idade interfere na fertilidade feminina, a partir dos 35 anos. No entanto, a medicina reprodutiva evoluiu muito nas últimas décadas. Atualmente, a FIV e as suas técnicas complementares possibilitam que as mulheres possam adiar a maternidade, caso queiram, para terem filhos mais maduras.

Como vimos, a idade é mais um fator que se relaciona com a fertilidade. Confira as diversas causas e principais sintomas da infertilidade feminina!

Compartilhar: Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank blank