Art Fértil | WhatsApp
Art Fértil
O que é torção testicular e o que pode provocá-la?

O que é torção testicular e o que pode provocá-la?

// Por Dra. Altina Castelo Branco

Uma dor aguda e súbita estão entre os principais sintomas da torção testicular, emergência médica que pode provocar danos ao testículo e até comprometer a fertilidade masculina. Apesar de ocorrer com mais frequência durante a adolescência, ela pode atingir homens de qualquer idade.

Após o ocorrido, é muito importante que o paciente procure ajuda médica o mais rápido possível para evitar danos graves ao órgão. Os testículos, também conhecidos como as gônadas masculinas, são responsáveis pela produção dos espermatozoides e dos hormônios masculinos, entre eles, a testosterona.

Eles são fundamentais para a fertilidade porque a quantidade e a qualidade dos gametas masculinos influenciam na capacidade do casal engravidar. Ou seja, a presença de alguma doença ou infecção nos testículos que afete a produção dos espermatozoides pode causar a infertilidade conjugal.

Neste texto, vamos mostrar o que é a torção testicular e quais são as suas principais causas. Boa leitura!

Como é formada a estrutura testicular?

Antes de apresentar o que é a torção testicular em si, precisamos entender como é formada a estrutura testicular. Os testículos fazem parte do sistema reprodutor, sendo formados por duas estruturas de forma oval com cerca de 4 a 6 cm de comprimento e 3 cm de diâmetro.

Eles estão localizados dentro da bolsa escrotal, que possibilita o controle da temperatura dos testículos. O ideal é que a região esteja um pouco abaixo da temperatura corporal, do contrário, a produção dos espermatozoides pode ser comprometida.

Na parte interna, os testículos são presos pelo cordão espermático, composto pelos ductos deferentes, artérias, veias, vasos linfáticos e nervos. Ele é responsável pelo fluxo sanguíneo que passa pelos testículos.

O sistema vascular também exerce uma função importante na estrutura testicular, por meio da artéria testicular e do plexo pampiniforme. A artéria testicular é responsável por vascularizar os testículos. Em seguida, o sangue é drenado pelo plexo pampiniforme e retorna para a circulação.

O que é torção testicular?

blank

A torção testicular é uma condição em que o testículo gira sobre o cordão espermático. Esse giro em torno do seu próprio eixo bloqueia a passagem do sangue ao testículo. Ela é mais frequente em adolescentes, por volta dos 12 a 18 anos. Porém, pode acontecer em qualquer idade, inclusive, na infância.

A interrupção do fluxo sanguíneo nos testículos impede a entrada de sangue arterial, que é rico em oxigênio. Em geral, a torção testicular pode variar entre 180 a 720 graus, sendo esta última caracterizada por várias voltas do testículo em torno do seu próprio eixo.

No momento em que a torção testicular ocorre, o paciente sente uma dor súbita e aguda seguido por um inchaço na região afetada. Por isso, ela é definida por uma emergência médica. O homem deve procurar ajuda médica o mais rápido possível, pois, caso não receba tratamento em até 12 horas, existe o risco de atrofia e até de perda do testículo.

O que pode provocar a torção testicular?

A torção testicular pode ser provocada por uma causa específica ou uma combinação de vários fatores. Entre as principais estão as malformações que podem ocorrer durante o desenvolvimento embriológico. Durante a vida intrauterina, os testículos se desenvolvem e são presos na parte inferior dentro da bolsa escrotal e, na parte superior, são suspensos pelo cordão espermático.

Nessa fase, pode acontecer uma fixação inadequada dos testículos por conta de uma alteração no cordão espermático ou na túnica vaginal. Ela é uma membrana que prende os testículos e pode provocar uma deformação conhecida como “badalo de sino”. Ambos os casos impedem que o testículo fique fixo, podendo causar a torção testicular.

Entre as principais causas que estão relacionadas à torção testicular, temos:

Na maioria dos casos, a torção testicular acontece enquanto o homem está dormindo (acordando-o imediatamente), durante um exercício físico ou após um trauma na região. A demora no tratamento adequado pode causar danos físicos e emocionais ao paciente, como atrofia testicular, deformidade estética, remoção do testículo e infertilidade.

Além da torção testicular, outras doenças e condições também podem causar dores e desconfortos no local, como a orquite e a epididimite. Elas são caracterizadas por um processo inflamatório nos testículos e nos epidídimos, respectivamente. Apesar de as suas causas serem diferentes da torção testicular, elas também podem afetar a fertilidade masculina.

Como vimos, os testículos são responsáveis pela produção de espermatozoides e dos hormônios masculinos, ambos fundamentais para a sua fertilidade. Assim, quando uma dessas funções sofre uma alteração, a capacidade reprodutiva do homem pode ser comprometida. Para saber mais sobre esse assunto e as possibilidades de tratamento, confira a nossa página sobre a infertilidade masculina!

Compartilhar: Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank blank