Art Fértil | WhatsApp
Art Fértil
Reversão de laqueadura: quando é indicada?

Reversão de laqueadura: quando é indicada?

// Por Dra. Altina Castelo Branco

A laqueadura tubária é um procedimento cirúrgico realizado em mulheres que não desejam engravidar, sendo assim é considerado um método contraceptivo.

Um dos fatores mais atrativos para realização da laqueadura tubária é o fato de que este é o único método contraceptivo definitivo, ainda que existam outros métodos para evitar a gestação – com destaque para os contraceptivos orais combinados de progesterona e estrogênio e para o DIU (dispositivo intrauterino), este último é considerado a forma mais eficiente de método contraceptivo atualmente.

Mesmo que a laqueadura tubária seja uma decisão pessoal, a autorização para realização desta cirurgia depende do preenchimento de dois principais pré-requisitos, instituídos legalmente: a mulher deve ter mais de 25 anos ou já ter dado à luz de pelo menos dois filhos que estejam vivos.

Importante lembrar que esses pré-requisitos não precisam ser preenchidos simultaneamente, ou seja, uma mulher com mais de 25 anos e sem filhos pode solicitar a realização da laqueadura, assim como aquelas com menos de 25 anos, mas que já têm dois filhos ou mais, também podem fazê-lo.

Muitas mulheres optam pela laqueadura tubária por estarem em relacionamentos estáveis e duradouros, especialmente quando já tiveram filhos com aquele parceiro e não desejam engravidar mais. Em alguns casos, porém, a mulher não manifesta qualquer desejo de ter filhos e por isso opta pela laqueadura, acreditando que não se arrependerá desta decisão.

A busca pela cirurgia de reversão da laqueadura mostra que em alguns casos a mulher chega a se arrepender de ter realizado o procedimento, especialmente aquelas que dão início a novos relacionamentos e desejam ter filhos com seus novos parceiros.

A indicação para reversão da laqueadura, no entanto, deve ser feita de forma individualizada, já que aspectos como as técnicas utilizadas na laqueadura e também a presença de outros fatores para infertilidade conjugal podem fazer da reprodução assistida o método mais eficiente na busca por novas gestações.

O objetivo deste texto é mostrar em quais situações a reversão da laqueadura pode ser indicada. Aproveite a leitura!

A reversão da laqueadura funciona, mas nem sempre é a melhor saída…

Um dos principais fatores a ser considerado quando a mulher pensa em reverter a cirurgia de laqueadura tubária é a forma como a própria laqueadura foi feita – dependendo da procedimento utilizado para bloquear as tubas uterinas e em qual porção da sua estrutura foi feito a ligação, essas estruturas podem ser permanentemente danificadas ou apresentar possibilidade de reversão.

Apesar de, em alguns casos, a reversão da laqueadura ser bem-sucedida para obtenção de gestações por via natural, as indicações desse procedimento devem estar baseadas em exames que comprovem a integridade atual do sistema reprodutivo da mulher e também de seu parceiro.

É comum que demore um tempo prolongado entre a realização da laqueadura e o desejo de sua reversão, vale salientar que este tempo pode diminuir as chances de restabelecer a fertilidade, seja por danos tubários eventualmente causados inclusive pela laqueadura, seja pela presença de outros fatores de infertilidade conjugal.

Como a laqueadura e sua reversão são realizadas?
blank

Como vimos, as formas de realizar a laqueadura afetam diretamente as chances de que a reversão desse procedimento seja ou não indicada. Dentre as principais formas de realizar o bloqueio tubário típico desta cirurgia, destacamos:

A reversão da laqueadura também só é possível quando o procedimento cirúrgico de esterilização das mulheres não deixa qualquer tipo de cicatriz, especialmente em forma de saliências aderidas às paredes internas das tubas uterinas, o que poderia manter a dificuldade para engravidar mesmo após a reversão.

Assim como a cirurgia de laqueadura, também sua reversão pode ser realizada por videolaparoscopia, um procedimento cirúrgico minimamente invasivo que consiste na inserção de microcâmeras acopladas a micro focos de luz, através de orifícios pequenos abertos nas proximidades da virilha – por onde também são introduzidos os instrumentos para realizar a reconstrução tubária.

Após a reversão, a mulher pode ficar internada de 24 horas a 2 dias e, deve evitar atividades físicas e sexuais por 30 dias.

Quando a reversão da laqueadura é indicada?

Para que a indicação da reversão da laqueadura seja feita com mais segurança, é necessário realizar uma série de exames com o objetivo de averiguar a integridade das tubas uterinas e outros aspectos da fertilidade feminina, e também das condições relativas da função reprodutiva do parceiro.

O exame mais solicitado nesse processo investigativo é a histerossalpingografia capaz de fornecer imagens das tubas uterinas.

Assim, a cirurgia de reversão da laqueadura é indicada para os seguintes casos:

O que fazer quando a reversão é contraindicada?

Quando a reversão da laqueadura tubária é contraindicada, e também para os casos em que, mesmo após a realização deste procedimento, a mulher continua apresentando problemas para engravidar, a reprodução assistida pode ser a única forma de conseguir uma gestação.

Exatamente porque a laqueadura consiste em obstruir as tubas uterinas, a única técnica de reprodução assistida que deve ser indicada nessas situações é a FIV (fertilização in vitro).

Essa técnica permite a coleta de óvulos diretamente nos ovários, não necessitando que os oócitos sejam transportados pelas tubas uterinas, e realiza a fecundação em ambiente laboratorial e não no interior dessas estruturas, como acontece nas gestações por vias naturais.

A FIV é igualmente indicada para os casais cujo diagnóstico de infertilidade conjugal é composto não somente pela laqueadura tubária, mas também por outros fatores, masculinos ou femininos, que também impedem a obtenção de uma gestação vias naturais.

Leia mais sobre este assunto tocando no link!

Compartilhar: Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank blank