Art Fértil | WhatsApp
Art Fértil
Varicocele: como é feita a correção?

Varicocele: como é feita a correção?

// Por Dra. Altina Castelo Branco

A varicocele é a principal causa de infertilidade masculina, por isso, conhecer a doença e as suas possibilidades de tratamento é muito relevante. Ela é causada por uma dilatação anormal das veias que compõem o cordão espermático, sendo muito conhecida pela presença de varizes nos testículos. Ela pode ser assintomática ou apresentar sintomas como dores testiculares e dificuldades reprodutivas.

No entanto, ser diagnosticado com varicocele não significa que o homem está infértil, pois ela afeta a fertilidade apenas nos casos mais avançados. Estima-se que entre 10% a 15% da população masculina tenha varicocele e, para evitar que ela se agrave, quanto antes ela for diagnosticada e tratada, melhor.

Neste artigo, vamos mostrar como é feita a correção da varicocele e quais são as opções de tratamento para os homens que desejam ter filhos, seja de forma natural ou por meio da reprodução assistida.

Boa leitura!

Como a varicocele é classificada?

Antes de mostrarmos como é feita a correção da varicocele, precisamos contextualizar sobre a classificação da doença. A partir dessa informação, o médico pode indicar o melhor tratamento para o paciente.

A varicocele se torna mais grave com o tempo, por isso, a classificação se baseia na visibilidade das varizes. Durante o exame físico, o paciente deve realizar a manobra de Valsalva para facilitar na visualização das varizes. Para realizá-la, o paciente deve prender a respiração e fazer força para expirar.

A seguir, conheça os três níveis da varicocele.

Grau I

No grau I, o reconhecimento das varizes ocorre apenas quando são palpadas durante a realização da manobra de Valsalva.

Grau II

No grau II, as varizes são percebidas quando palpadas mesmo sem a manobra de Valsalva.

Grau III

A varicocele de grau III é a mais avançada, sendo mais relacionada com a infertilidade. As varizes são facilmente visualizadas e palpadas sem o auxílio da manobra de Valsalva.

Qual é a relação da varicocele com a infertilidade?

A varicocele pode ser uma doença silenciosa para muitos homens. Devido à ausência de sintomas, é comum encontrar casos em que a dificuldade para engravidar a parceira seja o fator que o levou a procurar um médico.

Porém, quando apresenta sintomas, a varicocele afeta bastante a qualidade de vida do paciente. Dores nos testículos (principalmente após algum esforço físico), inchaço e atrofia testicular são os sintomas mais relatados. Ao perceber esses sinais e sintomas, o homem deve procurar um urologista.

A fertilidade masculina é afetada apenas nos casos mais avançados de varicocele. Com o problema na drenagem do fluxo sanguíneo, as veias se dilatam e aumentam a temperatura testicular. O aquecimento prejudica a quantidade e a qualidade dos espermatozoides e, consequentemente, afeta a fertilidade.

Como é feita a correção da varicocele?

blank

A correção da varicocele é uma intervenção cirúrgica indicada apenas para os pacientes mais graves (grau III), como os casos de infertilidade e atrofia testicular. Ela pode restaurar a qualidade seminal e assim, a fertilidade masculina.

A varicocelectomia é a técnica mais utilizada para a correção da varicocele, sendo realizada via inguinal ou subinguinal. Ela tem o objetivo de corrigir o fluxo sanguíneo que passa pelos testículos para que ele não passe pelas veias obstruídas.

Na cirurgia, o médico utiliza um microdoppler intraoperatório durante a cirurgia para facilitar a visualização e preservar todas as veias e artérias da região. O processo é minimamente invasivo e a recuperação do paciente é mais rápida e menos dolorosa.

Além dos benefícios da correção da varicocele para a quantidade e a qualidade dos espermatozoides, ela também reduz os danos que a doença pode causar no DNA dos gametas masculinos, refletindo na fertilidade do paciente.

Após o período de recuperação, o casal pode engravidar naturalmente. No entanto, nos quadros muito graves de infertilidade, a cirurgia pode não ter recuperado totalmente a qualidade seminal do paciente. Nesses casos, a fertilização in vitro (FIV) é indicada.

A FIV é a técnica de reprodução assistida mais utilizada atualmente, principalmente, devido aos seus bons resultados. Em comparação com as demais técnicas, a FIV é a principal indicação para os casos de infertilidade masculina de moderada a severa.

Por meio da ICSI, o encontro entre o espermatozoide e o óvulo é feito diretamente, aumentando as chances de sucesso. Os óvulos são coletados da parceira após a etapa de estimulação ovariana, enquanto os espermatozoides podem ser coletados por masturbação ou diretamente dos testículos, ou dos epidídimos.

A presença de varizes nos testículos causadas pela dilatação anormal das veias do cordão espermático provoca a varicocele. Os sintomas da doença aumentam com o tempo, por isso, é muito importante procurar ajuda médica quanto antes. Em caso de infertilidade, a correção da varicocele é indicada. Ela visa reorganizar o fluxo sanguíneo para que ele não passe pelas veias obstruídas.

Para saber mais detalhes sobre a principal causa de infertilidade masculina, confira o nosso conteúdo institucional sobre a varicocele!

Compartilhar: Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank blank