Art Fértil | WhatsApp
Art Fértil
Manobra de Valsalva e varicocele: qual a relação?

Manobra de Valsalva e varicocele: qual a relação?

// Por Dra. Altina Castelo Branco

O sistema reprodutor masculino é composto por diversas estruturas, uma das mais importantes são os testículos, responsáveis pela produção de gametas, os espermatozoides.

Existem condições, como a varicocele, que podem afetar os testículos e prejudicar de maneira significativa suas funções, incluindo a capacidade de produzir espermatozoides. Apesar de inicialmente não ser uma situação grave, quando não tratada em tempo pode deixar o homem infértil, muitas vezes de forma permanente.

A varicocele tem como característica a dilatação anormal das veias testiculares, que se encontram mais especificamente no cordão espermático. Normalmente é hereditária, manifestando-se na adolescência e, raramente na infância, embora possa ocorrer em qualquer idade.

Essa dilatação é semelhante às varizes que afetam de maneira mais comum as veias dos membros inferiores. Nos testículos, o retorno venoso fica prejudicado, o que pode levar a uma disfunção testicular, reduzindo a qualidade do sêmen. Apesar de causar infertilidade, a varicocele não interfere na ereção.

É uma doença silenciosa na maioria das vezes, por isso, o homem pode demorar a perceber o problema. Porém, em alguns casos, ocorrem sintomas como dor nos testículos e sensação de peso, principalmente após exercícios físicos ou ao carregar peso. Geralmente, costuma afetar mais o testículo esquerdo do que o direito.

A dilatação das veias pode não ser evidente a olho nu. Quando existe a suspeita de varicocele, aplica-se em uma consulta médica o procedimento conhecido como manobra de Valsalva, para que a dilatação característica da doença seja evidenciada, facilitando o exame clínico.

Siga com a leitura do texto para entender mais sobre a manobra de Valsalva e qual a sua relação com a varicocele. Boa leitura!

O que é a manobra de Valsalva?

A manobra de Valsalva é um procedimento de investigação diagnóstica desenvolvido pelo médico italiano Antonio Maria Valsalva (1666-1723) e apresentado em seu livro “De aure humana tractatu” ou “O tratado sobre o ouvido humano”, publicado em 1704, em latim.

Essa obra apresenta descrições detalhadas sobre a anatomia do ouvido humano e foi fundamentada em mais de mil autópsias realizadas pelo médico, considerado o pioneiro da otologia em todos os seus aspectos anatômicos e fisiológicos.

A manobra de Valsalva foi originalmente desenvolvida e utilizada para melhorar a hipoacusia, diminuição auditiva, e facilitar a eliminação de secreções do ouvido médio.

Como a manobra de Valsalva é realizada?

A manobra de Valsalva é um procedimento simples e bastante rápido. Inicialmente a pessoa deve permanecer sentada ou deitada e respirar tranquilamente, de maneira profunda por algum tempo.

Depois disso, em pé, deve tampar as narinas com as mãos, fechar a boca e soprar sem deixar o ar escapar, mantendo a pressão por um período de 10 a 15 segundos.

Qual o objetivo da manobra de Valsalva?

A manobra de Valsalva é uma técnica utilizada para diversos fins. Além de auxiliar no diagnóstico de hérnias e da varicocele, a técnica pode ser aplicada para analisar insuficiência cardíaca, já que facilita a audição de alguns sopros cardíacos, auxiliar a detecção de áreas de sangramento após cirurgia de tireoide e reverter quadros de arritmia cardíaca.

Também costuma ser bastante útil para desentupir os ouvidos, como quando sentimos a sensação de incômodo em viagens de aviões.

Apesar de simples, a manobra de Valsalva também possui restrições. Pessoas com implantes oculares, problemas de retina, pressão intraocular elevada, como nos casos de glaucoma, ou mesmo cardiopatias congênitas, não devem realizar esse procedimento, já que a técnica gera mudanças na pressão arterial que podem piorar essas condições.

Por que a manobra de Valsalva é utilizada no contexto da varicocele?

blank

Como foi mencionado, a varicocele é uma doença silenciosa na maioria dos casos, o que torna difícil o seu diagnóstico. Normalmente, a dilatação das veias e a sensação de peso nos testículos são os principais sinais que indicam que o homem possui a doença.

O diagnóstico da varicocele, portanto, é realizado principalmente pelo exame clínico minucioso, com o apalpamento da bolsa testicular. O procedimento deve ser realizado em pé, em ambiente seguro e tranquilo, preferencialmente não-refrigerado, para facilitar o relaxamento da musculatura local.

Isso é feito para verificar alterações das veias testiculares. A dilatação das veias, característica da varicocele, no entanto, nem sempre são evidentes.

A manobra de Valsalva é então utilizada para evidenciar a dilatação, já que ao realizar a técnica, o aumento da pressão arterial faz com que a dilatação aumente, facilitando a observação à olho nu.

Isso permite que o diagnóstico seja obtido de forma mais rápida e menos invasiva do que com a utilização de exames mais complexos.

Varicocele e infertilidade: qual a relação?

Como vimos, a varicocele pode causar infertilidade masculina. Com o fluxo sanguíneo das veias testiculares prejudicado, os testículos são afetados e podem apresentar disfunção, ou seja, sua capacidade de produção dos espermatozoides pode ser afetada e o homem tem dificuldades para ter filhos naturalmente.

Mesmo depois do tratamento cirúrgico para a correção da varicocele, principalmente nos casos em que a doença foi tratada de forma tardia, o homem pode continuar infértil devido à baixa qualidade espermática. Nesses casos, se desejar ter filhos, pode recorrer à reprodução assistida.

Geralmente, quando a cirurgia para reparação da varicocele é feita, a qualidade espermática do homem melhora após o tratamento, e ele pode ser atendido por uma técnica de reprodução assistida de baixa complexibilidade, como a IA (inseminação artificial), para conseguir ter filhos novamente.

Em casos mais graves, ou quando o homem opta por não fazer o tratamento cirúrgico da varicocele, ainda pode ser auxiliado pela FIV com ICSI, fertilização in vitro com injeção intracitoplasmática de espermatozoides, uma técnica mais avançada e com altas taxas de sucesso para infertilidade masculina.

Saiba mais sobre varicocele tocando neste link.

Compartilhar: Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.

blank blank